(61) 99974-4758

Blog

Novidades e artigos

Poetisa lança audiolivro em cordel para deficientes visuais

Cordel trabalhador_Foto autora

A poetisa Onã Silva lança o audiolivro Cordel do Trabalhador no Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais (612 Sul) no dia 21 de março e na Academia Inclusiva de Autores Brasilienses (Taguatinga), dia 22 de março
A obra tem o objetivo de promover a acessibilidade cultural das pessoas com deficiência. Onã Silva pretende visitar várias associações que atuem em prol das pessoas com deficiência para distribuir a obra Cordel do Trabalhador: do Labor Até o Burnô.

No cordel de nome “Acesso Negado”, a artista chama a atenção para a falta de incentivos e medidas públicas que promovam maior acesso para pessoas com deficiência. A educadora tem como missão promover a acessibilidade.
O trabalho da artista goiana, também chamada de a Poetisa do Cuidar, apresenta as letras rimadas em áudio com o objetivo de promover a acessibilidade cultural para as pessoas com deficiências do Distrito Federal e de outros estados.

Com mais de 20 obras publicadas, Onã Silva que também é especialista em Saúde Pública, mestre e doutora em Educação, apresenta uma obra leve, democrática, contendo rimas em cordéis que abordam os direitos trabalhistas.

O livro lançado em 2017, será lançado agora nas versões em audiobook e braille. Além de distribuir gratuitamente os audiolivros para as instituições, Onã fará uma participação cultural recitando seus cordéis.

Cordel do Trabalhador: do Labor Até o Burnô é uma obra publicada com apoio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal, com recursos oriundos do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

 

Onã Silva, A Poetisa do Cuidar, nasceu em Posse (Goiás), mas mora na capital federal por opção. As raízes nordestinas do pai da artista a influenciaram a tomar o cordel como forma de passar a arte de contar os “causos” e histórias fantásticas.

Na linguagem cordelista ela consegue transmitir humor, sonoridade e incluir personagens, cenários e temas cotidianos em prol do acesso e inclusão social.

Formação e obra

A artista é formada em Enfermagem (Universidade Católica de Goiás), Artes Cênicas (Faculdade de Artes Dulcina de Moraes), Especialista em Saúde (UnB), Mestre em Educação (Universidade Católica de Brasília), Doutora (Unb), Pós-doutora (Unirio). A sua trajetória como poetisa do cuidar sempre visou unir a arte e saúde que se fundiram na criação de obras literárias.

A escritora também é autora de livros de ficção, infantis e quadrinhos, além de poemas que se referem às enfermeiras e à saúde. No total, são mais de 20 obras publicadas.

Ela recebeu, ainda, o título de recordista homologado pelo Rank Brasil com o primeiro livro sobre histórias de enfermagem que utiliza a literatura de cordel – Histórias de Enfermagem no Universo de Cordel (2013). A poetisa usa a arte e a sua experiência na área de saúde pública para interagir com o público, promover o acesso e o cuidar.

Por Claudia Sigilião

Poetisa lança audiolivro em cordel para deficientes visuais

Compartilhe   

Escrito por

Formada em Enfermagem (Universidade Católica de Goiás) e Artes Cênicas (Faculdade de Artes Dulcina de Morais, Brasília), Especialista em Saúde Pública (UnB), Mestre em Educação (Universidade Católica de Brasília) e Doutora (Universidade de Brasília-UnB). Exerce, além da profissão de enfermeira, a educação em saúde, envolvendo a cultura e outros saberes, sendo facilitadora de oficinas/palestras nas áreas de criatividade, teatro, dinâmicas, atividades lúdicas, arteterapia e outros temas.

Comments 0

Deixe um comentário