(61) 99974-4758

Publicações

CRIATIVIDADE NO ENSINO DE ENFERMAGEM – enfoque triádico: professor, aluno, currículo

Este resumo escrito em português, inglês e espanhol é parte integrante do artigo publicado na Revista Brasileira de Enfermagem – REBEn 06/2003. Maiores informações sobre o artigo completo, acessar http://www.abennacional.org.br/bstrm/index2.php?data=06/2003
 
REBEn 06/2003 – CRIATIVIDADE NO ENSINO DE ENFERMAGEM – enfoque triádico: professor, aluno, currículo*
Onã Silva
Eunice Maria Lima Soriano Alencar

A pesquisa, de caráter descritivo, investigou o estímulo à criatividade no curso de Enfermagem de uma universidade pública de Brasília. Utilizou-se como referencial o modelo teórico de Renzulli que destaca o enfoque triádico no ensino: professor, aluno e currículo. Participaram do estudo 15 docentes e 65 discentes que responderam o Questionário de Avaliação de Procedimentos Docentes. Os resultados indicaram que enquanto os professores consideraram que estimulam a criatividade dos alunos, estes discordaram de seus mestres. Constatou-se ainda que os professores se avaliaram como significativamente mais criativos do que os seus alunos ao passo que estes se julgaram e a seus colegas como significativamente mais criativos do que os seus professores. Ambas amostras enfatizaram que o currículo do curso não favorece a criatividade.
Descritores: criatividade; educação em enfermagem; ensino superior

REBEn 06/2003 – Creativity in Nursing Education – a triadic approach: teacher, student, curriculum

Onã Silva
Eunice Maria Lima Soriano Alencar

This descriptive study investigated the extent to which creativity has been fostered in a public university undergraduate Nursing program in Brasília, Brazil. Renzulli‘s theoretical model was used as a reference, which encompasses three elements – teacher, learner, curriculum. Data were gathered through the Teaching Practices Evaluation Questionnaire, completed by 15 professors and 65 Nursing students. Results indicated that while professors considered that they stimulate student’s creativity; students disagreed on that point. Professors rated themselves as significantly more creative than their students, whilst students judged themselves and their colleagues as significantly more creative than their professors. Both samples emphasized their opinion by saying that curriculum in their program of study does not foster creativity.
Descriptors: creativity; nursing education; higher education


REBEn 06/2003 – Creatividad en la enseñanza de enfermería – enfoque triádico: profesor, alumno, currículo

Onã Silva
Eunice Maria Lima Soriano Alencar

La pesquisa, de carácter descriptivo, investigó el estímulo a la creatividad en el curso de Enfermería de una Universidad pública de Brasília. Se utilizó como referencial el modelo teórico de Renzulli que destaca el enfoque triádico en la enseñanza: profesor, alumno y currículo. Participaron del estudio 15 docentes y 65 discentes que respondieron al Cuestionario de Evaluación de Procedimientos Docentes. Los resultados indicaron que aunque los profesores consideraron que estimulan la creatividad de los alumnos, estos no están de acuerdo con ellos. Se constató aún que los profesores se evaluaron más creativos que sus alumnos, al paso que los alumnos se juzgaron a sí mismos y a sus colegas,significativamente más creativos que sus profesores. Ambas muestras enfatizaron que el currículo del curso no favorece la creatividad.
Descriptores: creatividad; educación en enfermería; educación superi

Compartilhe   

Escrito por

Formada em Enfermagem (Universidade Católica de Goiás) e Artes Cênicas (Faculdade de Artes Dulcina de Morais, Brasília), Especialista em Saúde Pública (UnB), Mestre em Educação (Universidade Católica de Brasília) e Doutora (Universidade de Brasília-UnB). Exerce, além da profissão de enfermeira, a educação em saúde, envolvendo a cultura e outros saberes, sendo facilitadora de oficinas/palestras nas áreas de criatividade, teatro, dinâmicas, atividades lúdicas, arteterapia e outros temas.

Comments 0

Deixe um comentário